sexta-feira, 18 de julho de 2014

HOSPITAL DO HOMEM

Olá tec's!
Após algumas semanas sem nada postar... Eis que estamos de volta!

Há um mês recebi um email falando sobre o Hospital do Homem, em São Paulo.

AV. BRIGADEIRO LUIS ANTONIO, 2.651.
JARDIM PAULISTA
São Paulo - SP



















Na foto é possível notar a circulação de pessoas próximo ao hospital. Mas acontece que, tanto exames, tratamentos que o local oferece (e de graça), boa parte da população não tem conhecimento. 

Inaugurado em Abril/2008, estima-se que o governo investiu R$ 2 milhões na compra de equipamentos que não estão sendo utilizados com a frequência que esperavam!
Foram comprados:

  • Ultrassons
  • Equipamentos de urologia
  • Equipamentos de litotripsia


O Hospital do Homem possui uma área de 1,1 mil m²! 
Possui ainda, núcleos de ensino e pesquisa!
Setores para diagnóstico e tratamento de DST's, para prevenção do HPV e HIV. Também realiza o diagnóstico e trata de tumores (câncer e hiperplasia benigna da próstata).
Conta também com profissionais de:

  • Nefrologia
  • Endocrinologia
  • Neurologia
  • Urologias (geriátrica e plástica)
  • Andrologia 
  • Patologias da próstata

Logo após a inauguração, a previsão da Secretaria da Saúde de atendimentos mensal era de 3 mil pacientes, mas foram recebidos apenas 1,2 mil. A capacidade da instalação é de 6 mil consultas no ambulatório.
O hospital chegou a realizar 110 cirurgias e 40 biópsias de próstata/mês para detectar possíveis casos de câncer. E mil exames de ultrassom foram feitos. O Instituto Nacional do Câncer apontou que em 2007 mais de 49 mil brasileiros apresentaram novos casos de câncer de próstata.

Para marcar uma consulta no Hospital do Homem é por meio de Unidades Básicas de Saúde (UBS), onde o paciente passará por uma breve consulta e então solicitar ser encaminhado para o Hospital.

Acontece que, desde 2008, a procura por serviços do Hospital do Homem é abaixo das expectativas. Foi levantada a hipótese de ser fechado, pois os investimentos realizados não justificam o pouco uso. Foi divulgado por sites de notícias e blogs a existência do hospital, para que a população masculina utilize os serviços PÚBLICOS oferecidos.

A questão é qual o fato de não suprir as estimativas de atendimento? Porque o número de pacientes é inferior? 

  • Uma das justificativas seria a questão cultural de que homens irão procurar assistência médica em caso de extrema urgência. (Não seria muito plausível).
  • Outra seria que atendimentos de urgência, ambulatório, geralmente é procurado em posto de atendimento em bairro ou na região onde o paciente reside. (Principalmente tratando-se de São Paulo capital, onde o tráfico de veículos é intenso).
  • Existem diversos Hospitais especializados em Oncologia (por exemplo) - Hospital Ipiranga e Instituto de Oncologia, e como prestam serviços a mais tempo, o grau de confiabilidade é consequentemente maior.
  • Mas ocorre que, antes de ser encaminhado para o Hospital, o paciente precisa passar por um médico de um EAS (estabelecimento assistencial de saúde) para então, ser direcionado ao Hospital do Homem. Muitas vezes, a logística do procedimento faz com que ocorram os gargalos. Já que em postos de saúde o atendimento é um pouco demorado. É uma espécie de burocracia para atendimento médico o que dificulta o uso do serviço.

O que fazer para que seja aproveitado o serviço oferecido?

Em muitos hospitais, (para não dizer a maioria, pois de fato a situação da Saúde no Brasil é um pouco precária) não há atendimento devido a falta de equipamentos, médicos, enfermeiros, instalações. Mas neste caso existe um Hospital, pronto para ser utilizado, mas a população não recebeu informações suficientes para buscar os serviços oferecidos.

Existem pessoas de vários lugares do Brasil que estão procurando pelos serviços. Não sabem onde ou com quem marcar consultas.

Ocorreu uma certa divulgação por emails (como dito no início da postagem), mas isso não é o suficiente. Assim como parte dos ideias do SUS sobre informação de saúde aos cidadãos, o mesmo deve ser feito para a divulgação. Com o auxílio da mídia (televisão, rádio, internet), campanhas nos UBS's, a criação de um site sobre o hospital. Mas de modo geral, o atendimento público, a eficiência e rapidez deve ser melhorado no nosso país.


NOTA DE CURIOSIDADE



Quem nunca viu uma peça/acessório de roupa com o "bigodinho" ou Mustache? A ideias urgiu com a campanha de conscientização do Câncer de Próstata. O movimento Movember - Novembro Azul. (Assim como as mulheres tem o Outubro Rosa - Câncer de Mama. Algumas marcas resolveram lanças a "estampa" para promover a campanha.







Se tem dúvidas, sugestões, críticas, compartilhe conosco através dos comentários! 

Um comentário:

  1. Posso ir direto au hospital do homem si com a guia do posto sei ter que aguarda a ligação do hospital avisando da vaga?

    ResponderExcluir